Como ter controle de entrada e de saída em ONGs?

Descubra Como Garantir Um Efetivo Controle De Entrada E Saida Para Sua Ong Post (1) - gestao terceiro setor

Confira o passo a passo para um efetivo controle de entradas e de saídas financeiras em sua ONG!

Mantenha as finanças da sua ONG impecáveis, com um controle de entrada e de saída preciso

Manter todos os detalhes necessários para que a sua ONG atenda ao maior número de pessoas com máxima eficiência é um grande desafio. 

Entretanto, com as informações e com as ações adequadas, é possível manter um funcionamento impecável da sua organização. 

Dessa forma, a fim de te auxiliar com informações cruciais para que você tenha ações efetivas, ao longo deste conteúdo vamos tratar sobre um assunto de extrema importância: o controle de entrada e de saída. 

Assim, você conseguirá potencializar a gestão financeira da ONG e utilizar os recursos da melhor forma possível.

Controle de entradas e de saídas – como funciona?

O controle de entradas e de saídas é algo simples, mas que faz uma grande diferença em uma organização. 

Afinal, funciona como um conjunto de ações para monitorar e manter em dia o financeiro da ONG, utilizando os recursos da forma mais adequada para atender às necessidades existentes. 

Sendo assim, por meio de um efetivo controle, é possível:

  • Manter-se em dia com as contas a pagar; 
  • Registrar captação de recursos; 
  • Identificar se existem custos excessivos; 
  • Conhecimento sobre a origem da entrada e das saídas de recursos; 
  • Extrair relatórios sobre as finanças; 
  • Promover uma efetiva gestão financeira. 

Ou seja, o controle de entradas e de saídas tem um papel fundamental para que os aspectos financeiros estejam em dia.

Passo a passo para um controle de entradas e de saídas eficiente

Para que todos os pontos mencionados sejam garantidos em sua ONG, algumas etapas são indispensáveis, por isso, sintetizamos o que é preciso ser feito em um passo a passo simples e prático!

Tenha um software para o controle 

Ainda que seja a utilização de uma planilha, contar com um software vai potencializar a eficiência e otimizar o seu tempo, ou seja, dois pontos positivos e importantes.

Se for possível investir em um sistema, preze por um que tenha funcionalidades que permitam o controle de entradas e de saídas.

Separe as entradas e as saídas em categorias 

Alguns exemplos são: separar o que foi doação, o que foi parceria, se a saída foi para compra de alimentos, entre outros. 

Com essa separação, torna-se mais simples ter controle e identificar pontos de atenção.

Registre todas as movimentações financeiras 

Toda movimentação financeira, seja entrada ou saída, precisa ser registrada, por menor que seja. 

Se isso não for feito, você não terá dados reais para um controle preciso da sua ONG, logo, é algo fundamental.

Extraia relatórios periodicamente

Com todo o controle sendo feito, é importante extrair relatórios periodicamente, de forma que você acompanhe a situação da sua organização. 

Assim, você tem dados para tomar as melhores decisões cabíveis.

Conte com o suporte ideal!

Manter o pleno funcionamento de uma ONG não é simples, por isso, ter o suporte ideal é de extrema importância. 

Para isso, contar com uma contabilidade especializada no terceiro setor é essencial, visto que você terá o suporte de especialistas no assunto para te auxiliar a lidar com cada detalhe. 

E para contar com isso, basta entrar em contato conosco agora mesmo.

Mais posts similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Recomendado só para você
Conheça as melhores formas de financiamento para o terceiro setor…
Open chat