Como conseguir parcerias no terceiro setor

Resultado de imagem para paRCERIAS DO TERCEIRO SETOR

Talvez você ainda não tenha notado… mas o terceiro setor tem um leque de oportunidades de fazer boas parcerias com diversas empresas!

Hoje, a nossa contabilidade para o terceiro setor pensou nessa abordagem de tão grande relevância e a partir de agora, adentraremos a alguns critérios de como conseguir parcerias no terceiro setor.

Vamos lá?

Do que você precisa?

Como uma ONG, você precisa definir que tipos de coisas, materiais, e ajudas você precisa.

Por exemplo, se você tem uma instituição que recebe paciente com câncer e eles dormem e se alimentam em sua organização, enquanto recebem o tratamento, será uma boa ideia pedir ajuda de algumas empresas que possam e tenham interesse em doar alimentos, materiais de higiene ou limpeza, por exemplo.

Imagine quanta redução de gastos você poderia ter, caso tenha essas doações vindas de outras organizações!

Portanto, um dos primeiros passos é:

  1. Listar o que você precisa.
  2. Listar quanto de cada item você precisa.
  3. Listar porque você precisa desses materiais.

Bom, todas essas listas servem como demonstrativo. Ou seja, os doadores, antes de cederem a doação, vão querer saber para que será direcionado aqueles itens ou produtos, e por isso se faz importante, você enumerar e estruturar essas necessidades de forma que tragam informações importantes sobre o trabalho que sua ONG faz. 

Percebe a importância de tudo isso?

Fale com as empresas e mostre o seu trabalho

Se sua ONG não é notada pelo trabalho que realiza, como você vai conseguir fechar parcerias positivas?

E quando falamos em visibilidade, não estamos a dizer que seja essencial ter um valor para investir em propaganda. Se isso puder ser feito, ótimo, com toda certeza, ajudará bastante.

Mas, se não houver essas condições ainda, a melhor forma é usar o serviço de telemarketing para apresentar a organização filantrópica, envolvendo cada vez mais pessoas na missão e nos valores da ONG. 

Buscar voluntários que possam se dedicar algumas horas por dia e por semana para realizar esse trabalho, seria muito bom!

Em outros casos, seria realmente interessado, poder contar com sua presença física na representação do trabalho da ONG. Ou seja, nesse caso é legal poder visitar empresas, levar folders, fotos, mostrar os projetos desenvolvidos.

Ou seja, se Maomé não vai até a montanha, a montanha vai até a Maomé. Isso quer dizer que se os empresários não têm tempo e muita disponibilidade para visitar a ONG, o melhor seria ir até eles, assim conhecem mais de perto, tudo o que sua filantropia faz e gera para a sociedade com a contribuição dos doadores. 

Comova: toque nos pontos mais sensíveis dos seres humanos

As pessoas tendem a se conectar com aquilo que mexem com elas. Ver fotos, filmagens e vídeos de um trabalho com crianças carentes, de amor pelos idosos ou de ajuda a animais abandonados e de rua, pode mexer muito com o coração e sintonizar a intenção da ajuda, através da parceria, mas para isso, é preciso que as pessoas vejam, conheçam e sintam esse trabalho.

Aprenda a se conectar aos parceiros… a levá-los a verem como podem ajudar, mostre que eles podem ser parte de algo grandioso… com bondade e amor.É simples, mas requer gestão, por isso, se você precisa de ajuda financeira e contábil no terceiro setor, venha conversar conosco e te ajudaremos com grande prazer!

Você pode gostar também…

Mais posts similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
Recomendado
Seja sincero(a): será que basta sua entidade do terceiro setor…